sexta-feira, 27 de março de 2009

sobre"como era a vida antes deles"....

No forúm Do bebe vi um post para darmos o nosso testemunho sobre como era a nossa vida antes deles...e isto deixou-me a pensar e aqui vá o meu testemunho:
- ora eu nao tive tempo de sentir o tal vazio que tantas vezes se fala sobre chegar a uma altura da relação que queremos mais
- casei e engravidei passado um ano por "acidente" fiquei feliz mas estava a passar uma fase complicada na vida a dois e para além disso sempre vivi com a sensação de que seria uma péssima mãe e por isso sempre imaginei que iria adiar e adiar pois tinha muito medo de a sensação passar a realidade!
A verdade é que termos um filho mudou-nos como casal para muito melhor....aproximou-nos mais e deu sentido á nossa vida, descobrimos prioridades até então desconhecidas-ou seja, eu acredito que nada acontece por acaso e a maternidade aconteceu no momento certo. Se sou a melhor mãe? não não sou -acho que nunca conseguimos ser ou porque dizemos sim quando deviamos dizer nao , ou porque perdemos a paciencia quando a deviamos ter ....mas se tenho a certeza de uma coisa é que a cada dia dou o melhor de mim...
O João veio completar-nos- sentimo-nos realizados como familia-eles são de facto tudo para nós e tem sido fantástico esta dupla maternidade.
Mas nós precisamos de nos sentir bem como pessoa(individuo) porque senão tb eles sofrem com isso- eu não sinto que perdi liberdade-apenas que mudou e nao lamento nada o que para trás ficou-o ler nas tardes de domingo, os banhos compridos , as várias idas ao cinema e tudo mais ...
-agora adaptamo-nos a eles e tudo se consegue,Passei ,á pouco tempo,uma fase de grande stress em que nao tinha muita paciencia e gritava com o miguel e sentia um cansaço extremo e depois sentia remorsos por gritar e sentia-me a pior mãe do mundo- demorei a perceber que precisava de ajuda... mas estou no caminho certo...ou seja nunca estamos livres de nos sentir cansadas ou desgastadas mas isso nao faz de nós piores maes -apenas humanas.
Ou seja já não consigo sequer expressar como era a minha vida antes deles....

5 comentários:

Silvia disse...

Acho que o primeiro passo é tomarmos consciência que precisamos de ajuda. É meio caminho.
Já passei pelo mesmo há uns anos atrás, mas felizmente salvo alguns dias menos bons o pior já passou.
Um beijinho grande e força para venceres a tua batalha.

Blubina disse...

Tantas vezes tento lembrar-me como era a minha vida sem ela mas não consigo :P Parece que sempre fui mãe dela...custa-me mesmo imaginar como vivia sem este amor dentro de mim!
Beijo

Luz de Estrelas disse...

Muita coisa é diferente. Muito muda para melhor, outras coisas simplesmente mudam. Agora aquilo que muda para pior é mesmo o sossego do nosso pobre coração...lol

Estão melhores os meninos?

Silvia disse...

subscrevo na integra... n me imagino já sem elas...

Silvia disse...

só tenho mm saudades das sessões semanais de cinema...agora somos uns piratas